Operadores em Londres param de negociar com Bear Stearns--fontes

sexta-feira, 14 de março de 2008 14:46 BRT
 

LONDRES, 14 de março (Reuters) - Operadores do mercado financeiro em Londres têm recebido o pedido de suas empresas para que parem de negociar com o Bear Stearns, disseram fontes em várias mesas de operação nesta sexta-feira.

Pelo menos seis grandes instituições de Londres --incluindo o Commerzbank (CBKG.DE: Cotações), Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) e o JPMorgan (JPM.N: Cotações)-- pararam de negociar com o banco norte-americano, disse à Reuters um operador de uma instituição européia, que preferiu não ser identificado.

O Credit Suisse CSGN.VX também interrompeu as operações com o Bear Stearns, disse um corretor de ações em Londres.

Nenhuma das instituições citadas pelos operadores comentaram o assunto.

Um operador de bônus em Londres disse que os bancos têm deixado de negociar com o Bear Stearns desde quinta-feira.

Mas a Bolsa de Metais de Londres (LME) disse que o Bear Stearns continua com permissão para negociar em seu sistema eletrônico.

"Enquanto o Bear Stearns continuar como membro da LME e em boa situação com a clearing da LME, ele vai continuar com permissão para negociar no sistema Select", informou a LME em nota aos membros da clearing.

(Reportagem de Natalie Harrison, Christina Fincher, Mike Dolan e Anna Stablum, em Londres, e Peter Starck, em Frankfurt)