BOVESPA-Mercado segue recuperação externa e avança mais de 1%

segunda-feira, 14 de julho de 2008 11:23 BRT
 

SÃO PAULO, 14 de julho (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo operava em alta na manhã desta segunda-feira, acompanhando recuperação nos principais mercados globais, graças ao plano de auxílio dos Estados Unidos às empresas de hipotecas.

Às 11h14 (horário de Brasília), o Ibovespa .BVSP tinha alta de 1,3 por cento, aos 60.917 pontos. O volume financeiro era de 809,1 milhões de reais.

"Finalmente apareceram notícias mais positivas no mercado. A mais importante foi o socorro do governo norte-americano às agências Fannie Mae e Freddie Mac, o mundo inteiro respirou mais aliviado e se calcou nessa notícia para subir", afirmou Carlos Alberto Ribeiro, diretor da Novação Distribuidora.

Ele disse ainda que o atual patamar do Ibovespa continua atraente, devido às quedas acumuladas nos últimos dois meses.

"Há avaliações de que o Ibovespa vem oscilando em quedas fortes desde o investment grade, isso fica ainda de incentivo, tem papel muito barato", apontou.

Nos Estados Unidos, os principais índices .DJI.SPX reduziam a alta, depois de subirem 1 por cento na abertura, operando com valorização de aproximadamente 0,5 por cento, exceção ao Nasdaq .IXIC que operava perto da estabilidade.

No Ibovespa, o destaque no lado positivo eram as ações da AmBev AMBV4.SA, a maior alta do pregão, subindo 4,4 por cento, para 98,52 reais.

No domingo, a InBev INTB.BR, grupo cervejeiro do qual a AmBev faz parte, acertou a compra da cervejaria norte-americana Anheuser-Busch (BUD.N: Cotações) em operação de 52 bilhões de dólares. [nN14422451].

Do outro lado, uma das quedas mais acentuadas vinha das ações da Vivo VIVO4.SA, que perdia 2,83 por cento, para 9,61 reais.   Continuação...