Investidor ignora NY, busca pechinchas e Bovespa sobe 1%

segunda-feira, 14 de julho de 2008 17:51 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - O investidor deu de ombros para a performance decepcionante de Wall Street e foi em busca de pechinchas na Bolsa de Valores de São Paulo, que abriu a semana em alta.

O Ibovespa subiu 0,95 por cento nesta segunda-feira, para 60.720 pontos. O giro financeiro na bolsa, no entanto, foi de apenas 4,3 bilhões de reais --abaixo da média diária recente.

Em Nova York, os principais índices das bolsas de valores fecharam em queda, consumindo todo o otimismo da abertura, quando repercutia a disposição do governo dos Estados Unidos de dar apoio financeiro às principais companhias hipotecárias do país, fortemente atingidas pela crise no setor.

"Mas no final, voltou a predominar a sensação de que há mais esqueletos no armário", disse Vladimir Caramaschi, estrategista da Crédit Agricole DTVM.

O índice Dow Jones caiu 0,4 por cento, enquanto o Standard & Poor's 500, também da Bolsa de Valores de Nova York, cedeu 0,9 por cento.

Na bolsa paulista, essa influência negativa só foi o bastante para reduzir parcialmente o apetite dos investidores pelas "pechinchas", ações que caíram fortemente nas últimas semanas.

Foi isso o que colocou em evidência os papéis de empresas de varejo, como os ordinários da Lojas Renner, com avanço de 4,2 por cento, a 29,70 reais.

Um movimento isolado avivou os ganhos do índice. As ações preferenciais da AmBev deram um salto de 4,9 por cento, para 99,00 reais.   Continuação...