Fed agirá para apoiar o crescimento, diz Bernanke

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008 17:35 BRST
 

Por Mark Felsenthal

WASHINGTON (Reuters) - O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, deixou nesta quinta-feira a porta aberta a futuros cortes na taxa básica de juro para ajudar a economia dos Estados Unidos, mas relatou ao Congresso que o banco central norte-americano espera que o crescimento volte a acelerar no fim do ano.

O Fed "agirá de maneira oportuna conforme necessário para apoiar o crescimento e fornecer garantias adequadas contra riscos adversos", disse Bernanke ao comitê bancário do Senado.

Ele reconheceu que a perspectiva para a economia havia piorado recentemente e disse que os riscos ao crescimento haviam aumentado.

Seus comentários reforçaram as expectativas dos investidores de que o Fed irá reduzir a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual na próxima reunião, em 18 de março.

Entretanto, o chairman do banco central também relatou esperar que um crescimento mais lento dê espaço para uma expansão mais forte no segundo semestre do ano, refletindo o impacto do pacote de estímulos fiscal e monetário.

"Nossa postura de políticas deve ser determinada à luz da previsão de médio prazo para a atividade e a inflação, assim como riscos para essa previsão", acrescentou.

O Fed já cortou os custos de empréstimos dos bancos em 2,25 pontos percentuais desde meados de setembro.

Os mais recentes comentários de Bernanke tiveram um tom mais suave do que há um mês, quando afirmou que o Fed estava pronto para adotar "sólidas ações adicionais" --um sinal dos fortes cortes na taxa de juro que aconteceram no fim de janeiro.   Continuação...