Investidor realiza lucro com Petrobras e derruba Bovespa

quarta-feira, 14 de maio de 2008 17:55 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Patrocinada pela queda do preço internacional do petróleo, a realização de lucros com ações da Petrobras fez a Bolsa de Valores de São Paulo fechar em queda, após ter atingido nova pontuação máxima por duas sessões seguidas.

O Ibovespa teve baixa de 0,68 por cento, aos 70.026 pontos, depois de ter subido na maior parte do dia. O giro financeiro somou 6,7 bilhões de reais.

As ações preferenciais da Petrobras, as de maior peso no índice e que já haviam subido 11,2 por cento em maio, caíram 1,38 por cento, a 46,30 reais, na esteira da baixa de 1,25 por cento do barril do petróleo.

"O investidor viu que era um bom momento para embolsar ganhos", disse Newton Rosa, economista-chefe da SulAmerica Investimentos.

Embora com menor intensidade, o mesmo movimento atingiu outros pesos pesados do índice. As ações preferenciais da Vale perderam 0,5 por cento, a 55,25 reais; enquanto as ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional tiveram declínio de 1,13 por cento, cotadas a 79 reais.

A pressão negativa sobre o Ibovespa foi parcialmente amortecida pelo reflexo dos ganhos nas bolsas de Wall Street, em meio a inflação menor do que as expectativas nos Estados Unidos em abril. O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York subiu 0,52 por cento.

Entre os destaque positivos, apareceram as ações ordinárias do Banco do Brasil, com avanço de 1,87 por cento, cotadas a 28,93 reais.

A instituição informou pela manhã ter fechado o primeiro trimestre com lucro de 2,347 bilhões, um aumento de 66,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

O grupo Pão de Açúcar, que anunciou pela manhã esperar para este ano um aumento da margem de lucro em relação a 2007, viu suas ações preferenciais subirem 0,25 por cento, a 40,60 reais.

(Edição de Cláudia Pires)