Red Hat quer duplicar tamanho de operação no Brasil este ano

quarta-feira, 14 de maio de 2008 17:34 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Red Hat, maior empresa distribuidora do sistema operacional Linux do mundo, planeja duplicar o tamanho de sua operação no Brasil neste ano fiscal, afirmou nesta quarta-feira o diretor da operação brasileira, Alejandro Chocolat.

"Os negócios estão crescendo de maneira tremenda no Brasil. Não temos do que reclamar", afirmou o executivo, evitando citar números. "A idéia é duplicar o tamanho da operação neste ano fiscal", acrescentou.

Atualmente a Red Hat tem 60 funcionários no Brasil, dos quais cerca de 20 estão voltados a desenvolvimento de software, informou o executivo.

A empresa, sediada no Brasil em São Paulo, deve abrir um novo escritório no país este ano e está avaliando como possíveis locais Brasília, Rio de Janeiro ou Belo Horizonte.

"Somos uma empresa orientada aos clientes e eles gostariam que ficássemos mais perto deles", afirmou Chocolat.

"Todo mundo acha que Linux é usado por pequenas empresas que não têm condições de pagar por software proprietário, mas nossos maiores usuários são as grandes empresas", disse o executivo, citando como destaque os setores de instituições financeiras, indústria de telecomunicações e governo.

Como parte dos esforços de expansão no Brasil, a empresa decidiu contratar um executivo que ficará focado na área de prestação de serviços. Antes da contratação, o segmento era tocado por um executivo responsável por toda a América Latina.

Segundo pesquisa do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), cerca de 18 por cento das empresas do país possuem Linux rodando em servidores, enquanto a participação do Windows é de 65 por cento.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de Taís Fuoco)