BOVESPA-Vale, Petrobras e Wall Street sustentam alta do índice

terça-feira, 15 de abril de 2008 17:51 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Embalada pela alta das blue chips do mercado acionário doméstico e pelos ventos positivos dos mercados de Wall Street, a Bolsa de Valores de São Paulo fechou os negócios desta terça-feira com valorização.

O Ibovespa assinalou avanço de 0,75 por cento, aos 62.618 pontos. O giro financeiro somou 5,1 bilhões de reais.

O movimento foi liderado pelas ações com maior peso na composição do Ibovespa, com destaque para Petrobras e Vale, um dia antes do vencimento dos contratos de índice futuro, na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

As ações preferenciais da mineradora ficaram entre as cinco maiores altas do Ibovespa, ao subirem 2,6 por cento, a 50,40 reais.

Já as preferenciais da Petrobras avançaram 1,2 por cento, a 83,94 reais. Na terça-feira, os papéis já haviam dado um salto de quase 6 por cento, seguindo-se à divulgação feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, da existência de um novo campo gigantesco de petróleo na Bacia de Santos.

Para analistas, as explicações da companhia de que a comprovação de uma nova reserva ainda depende dos resultados de estudos adicionais não foram suficientes para conter o otimismo dos investidores.

"Não podemos deixar de considerar as implicações positivas para a empresa caso a descoberta se materialize, mesmo que parcialmente", disse André Segadilha, analista da Prosper Corretora).

O panorama positivo ainda teve o lastro das bolsas norte-americanas, que fecharam em alta, impulsionadas pelo efeito positivo do aumento dos preços do petróleo sobre o setor de energia e pelos resultados acima do esperado de diversos bancos regionais norte-americanos, que impulsionaram as ações financeiras. O índice Dow Jones avançou 0,49 por cento.