CÂMBIO-Dólar opera em baixa, mas aguarda definição em NY

segunda-feira, 15 de outubro de 2007 10:31 BRST
 

SÃO PAULO, 15 de outubro (Reuters) - O dólar operava em leve baixa nesta segunda-feira, reagindo à alta das bolsas internacionais durante o feriado de sexta-feira no Brasil.

A moeda, porém, mantinha-se em torno de 1,80 real, com volume limitado de negócios, antes da definição de uma tendência para o início da semana em Wall Street.

Às 10h29, a moeda norte-americana BRBY caía 0,39 por cento, para 1,800 real. Na última sessão, na quinta-feira, o dólar chegou a ser negociado a 1,785 real, menor valor desde agosto de 2000.

Na sexta-feira, os principais índices das bolsas norte-americanas fecharam em alta e permitiram uma volta tranquila de feriado no Brasil. Mas o começo da semana tinha uma perspectiva incerta com a agenda esvaziada e a espera por notícias sobre a criação de um fundo bilionário para dar mais proteção ao mercado financeiro.

"Deve ser um dia com volume pequeno, e por conta disso o fluxo não deve ser muito forte", disse Jorge Knauer, gerente de câmbio do banco Prosper, no Rio de Janeiro.

Além disso, com o início do horário de verão no Brasil, o mercado de câmbio precisa esperar uma hora a mais para ter a referência do mercado acionário. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) passa a abrir às 11h, e as bolsas em Nova York iniciam as operações às 11h30 (horário de Brasília).

Caso prevaleça o otimismo nos mercados internacionais, o dólar deve manter a trajetória de queda no restante da semana, avalia Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.

"O cenário externo favorável, que inclui bolsas em alta e expectativas de fluxo abundante de recursos, deve manter a tendência natural de apreciação do real".

"Neste caso, o dólar pode romper o patamar de 1,80 real de forma mais contundente e o Banco Central do Brasil pode ser mais agressivo nas compras de dólar", acrescentou.