Morales agradece apoio e diz que explicará "golpe" na Unasul

segunda-feira, 15 de setembro de 2008 14:39 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, agradeceu na segunda-feira o encontro de emergência dos líderes sul-americanos no Chile para tentar conter a crise na Bolívia, e disse que lhes explicará sobre um "golpe de Estado" dos governadores de oposição ao seu governo.

Chegando ao aeroporto internacional de Santiago, Morales agradeceu a convocação realizada pela presidente do Chile, Michelle Bachelet, e o apoio que recebeu de líderes sul-americanos nos últimos dias, em meio a uma profunda crise política.

"Venho aqui para explicar aos presidentes da América do Sul sobre um golpe de Estado civil formado nos últimos dias por governos de alguns departamentos", disse Morales.

"Essa convocação dos presidentes será muito importante para buscar não somente a união da Bolívia, mas da América do Sul" acrescentou o presidente, antes de participar do encontro no Palácio presidencial de La Moneda em Santiago.

(Reportagem de Claudio Cerda)