BOLSA EUROPA-Índice atinge pior patamar desde maio de 2005

terça-feira, 15 de julho de 2008 08:35 BRT
 

Por Amanda Cooper

LONDRES, 15 de julho (Reuters) - O principal índice de ações européias caiu para o pior nível desde maio de 2005 nesta terça-feira, pressionado por crescente pessimismo sobre o cenário para o setor bancário.

Às 8h30 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 tinha queda de 2,18 por cento, aos 1.109 pontos. Mais cedo, o indicador bateu em 1.099 pontos, mais baixo desde maio de 2005, puxado pelo setor bancário.

As ações do HSBC (HSBA.L: Cotações) caía 4 por cento e os papéis do Santander (SAN.MC: Cotações) perdiam 3,74 por cento. Enquanto isso, o Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) despencava 7,7 por cento.

Inflação crescente , queda da confiança e nenhum fim à vista para os desdobramentos da crise de crédito assombram investidores e pressionam os negócios na Europa, mesmo com a promessa de uma nova leva de aquisições.

"Está tudo ruim e não há sinal de que isso irá acabar", afirmou o analista David jones, analista chefe de mercado do índice IG.

"O FTSE atingiu novas mínimas no ano, o DAX está em novas mínimas, os dados de inflação fora do Reino Unido estão piores que o esperado, está difícil ver onde conseguiremos algum alívio no momento", acrescentou. "Tudo está sugerindo que podemos ir mais paraia baixo a partir daqui."

As ações do grupo financeiro Fortis FOR.AS despencavam mais de 14 por cento depois que autoridades reguladoras da Holanda informaram que a companhia está sob investigação.

"As condições são ruins e é possível que a espiral de queda continue caso o movimento nos bancos nos Estados Unidos continue", afirmou Stefan de Schutter, gerente de ativos no Alpha Trading, em Frankfurt.   Continuação...