Mulher de McCain pode receber dinheiro em venda da Bud a InBev

terça-feira, 15 de julho de 2008 09:22 BRT
 

Por Megan Davies

NOVA YORK (Reuters) - Cindy McCain, mulher do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, pode se beneficiar da venda da Anheuser-Bush à belgo-brasileira InBev por 52 bilhões de dólares.

Cindy McCain e seus dependentes receberam entre 50.001 e 100 mil dólares em dividendos resultantes de ações da Anheuser-Busch em 2007, de acordo com declaração financeira entregue ao Center fos Responsive Politics e divulgado no site do grupo.

A Anheuser-Busch pagou dividendos de 1,25 dólar por ação em 2007, de acordo com dados da empresa.

Isto indica que Cindy McCain, junto com seus dependentes, tinham entre 40 mil e 80 mil ações da empresa, cálculos feitos pela Reuters.

Pelo preço da oferta, de 70 dólares por ação, essas ações valeriam entre 2,8 milhões e 5,6 milhões de dólares.

Não estava claro quantas ações Cindy McCain tem atualmente. Um email enviado para a porta-voz da campanha de McCain não foi imediatamente respondido.

O rival de McCain, o democrata Barack Obama, se disse desapontado com a venda e que algo mais deveria ter sido feito para atrair um comprador norte-americano.

(Reportagem adicional de Jeremy Pelofsky, em Washington, e Caren Bohan, em Cincinnati)