July 15, 2008 / 3:18 PM / 9 years ago

CONSOLIDA-Varejo fraqueja e preços no atacado sobem nos EUA

3 Min, DE LEITURA

Por Burton Frierson

NOVA YORK, 15 de julho (Reuters) - Dados desanimadores sobre inflação e vendas no varejo divulgados nesta terça-feira deram novos sinais de estagflação na economia norte-americana.

As vendas totais no varejo norte-americano subiram 0,1 por cento em junho, abaixo do esperado, com a vendas de automóveis registrando a maior queda em mais de dois anos, informou o Departamento de Comércio.

Também nesta terça-feira, a General Motors (GM.N) anunciou que irá cortar custos com empregados, vender ativos e tomar empréstimos de ao menos 2 bilhões de dólares para elevar sua liquidez diante das fracas vendas.

O Departamento de Trabalho afirmou que os preços no atacado (PPI, na sigla em inglês) nos últimos 12 meses subiram 9,2 por cento --a maior alta desde a taxa de 10,4 por cento registrada em junho de 1981, quando os Estados Unidos enfrentaram pela última vez um período de fraco crescimento e forte inflação.

Uma pesquisa industrial regional mostrou que a atividade em Nova York se contraiu pela quinta vez em seis meses e os dados do relatório sugerem que os produtores estão repassando a alta dos preços aos consumidores, o que pode alimentar ainda mais a inflação.

"Os números do PPI são simplesmente ultrajantes", disse T.J. Marta, estrategista de renda fixa da RBC Capital Markets.

Economistas esperavam que os cheques de restituição de impostos do governo iriam impulsionar mais as vendas no varejo, apesar da fraca economia, mas muito desse aumento parece ter se refletido no mês de maio.

Economistas pesquisados pela Reuters previam que as vendas totais no varejo subiriam 0,4 por cento em junho, após alta de 0,8 por cento em maio.

Excluindo os automóveis, as vendas do varejo subiram 0,8 por cento, ficando abaixo da alta de 1,0 por cento esperada.

Os preços no atacado subiram mais que o esperado, em 1,8 por cento em junho, com o salto dos preços ligados a energia.

Se houve alguma notícia boa na inflação, foi o núcleo do PPI, que subiu apenas 0,2 por cento.

O índice sobre as condições empresariais do Federal Reserve de Nova York mostrou leitura negativa de 4,92 em julho, frente aos 8,68 negativos em junho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below