Reuters Summit-Santander avalia bancos privados,compra de ativos

quarta-feira, 15 de outubro de 2008 10:12 BRT
 

GENEBRA, 15 de outubro (Reuters) - O banco espanhol Santander (SAN.MC: Cotações) está "ativamente avaliando" oportunidades de crescimento na área de administração de riquezas na Inglaterra, Itália e América Latina, particularmente no Brasil.

"Estamos buscando expandir onde já temos presença e isso pode ser feito por compra de um banco ou carteira de clientes. Seja qual for a alternativa, será via transações amigáveis", disse o gerente geral da área internacional de private banking do Santander, Javier Arus Castillo, no Reuters Wealth Management Summit.

"Estamos também explorando a possibilidade de adquirirmos equipes de profissionais. Há oportunidades muito melhores nesta área agora que há alguns anos", disse Castillo.

O executivo vê que o impacto da crise financeira global na lucratividade da área de private banking como de curta duração.

"Para a maioria dos bancos em 2008, a lucratividade será atingida uma vez que os clientes buscarão dinheiro. Mas isso será algo de curto prazo. Estruturalmente não haverá mudanças", disse Castillo.

"As margens vão se estabilizar em meados de 2009", acrescentou.

A divisão de administração de riquezas do Santander atualmente gerencia 100 bilhões de euros (136,6 bilhões de dólares) em ativos e representa entre quatro e cinco por cento da renda do grupo.

Nas últimas semanas, o maior banco da zona do euro se aproveitou de pechinchas no setor financeiro, comprando depósitos e agências da casa de hipotecas britânica Bradford & Bingleys e adquirindo a afiliada norte-americana Sovereign Bancorp SOV.N.

(Por Judy MacInnes)