Dólar fraco eleva petróleo para novo recorde de fechamento

terça-feira, 15 de abril de 2008 17:43 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações e comentários de analistas)

NOVA YORK, 15 de abril (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em novo recorde de alta nesta terça-feira, impulsionados pela persistente fraqueza do dólar, problemas de oferta e por um aumento da demanda por diesel na China.

"... O mercado recentemente está sensível às preocupações com oferta", disse Tim Evans, analista da Citi Futures, em nota, citando a queda nas exportações de petróleo no México e uma alta na demanda de diesel na China.

Os futuros da gasolina e de óleo para aquecimento atingiram recorde por uma perspectiva de queda nas reservas de gasolina e de derivados. Na quarta-feira, a Administração de Informação de Energia (EIA) divulgará dados das reservas semanais norte-americanas.

Na Nymex, o contrato maio CLK8 subiu 2,03 dólares, ou 1,82 por cento, para o novo recorde de fechamento a 113,79 dólares por barril, sendo negociado entre 111,80 e o novo recorde intradia a 113,99 dólares.

Em Londres, o petróleo tipo Brent de maio LCOK8 venceu nesta terça-feira e fechou em um novo recorde a 111,31 dólares por barril, sendo negociado entre 109,68 e o novo recorde intradia 112,08 dólares.

Após um fraco início, o dólar se fortaleceu após dados da inflação e dados da atividade industrial sugerir que o Federal Reserve pode ter que parar de cortar o juro de forma agressiva.

Duas das três principais exportadoras de petróleo mexicana reabriram nesta terça-feira após fecharem na segunda-feira.

"É a continuação da tendência de alta. O fechamento dos portos de petróleo no México impulsionou o mercado", disse Tom Bentz, analista do BNP Paribas Commodity Futures Inc. "O dólar continua perto de sua mínima histórica, apesar de sua recuperação após os dados da inflação".