Confiança do consumidor aumenta em agosto nos EUA

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 14:00 BRT
 

Por Tamawa Kadoya

NOVA YORK (Reuters) - A confiança do consumidor dos Estados Unidos aumentou levemente no início de agosto, ajudado pela queda nos preços de gasolina, à medida que as expectativas para inflação melhoraram, enquanto a produção industrial também subiu no último mês, mostraram dados divulgados nesta sexta-feira.

Mas os dados modestamente positivos não foram suficientes para aliviar os temores de que o consumo possa enfraquecer mais para frente neste ano, com a recessão pesando sobre o consumidor e os níveis de inflação ainda altos em comparação com um ano atrás.

"O melhor tom de leitura do índice de confiança se deu devido à forte queda dos preços do petróleo", disse Joshua Shapiro, economista chefe norte-americano do MFR Inc. em Nova York.

"No entanto, uma tendência de consumo bastante fraco é o cenário mais provável a curto e médio prazos."

Segundo a pesquisa Reuters/Universidade de Michigan, o índice de confiança subiu para 61,7 no início de agosto, frente 61,2 no fim de julho. A leitura ficou pouco abaixo da mediana das previsões de economistas ouvidos pela Reuters, de 62,0.

As expectativas para a inflação em um ano se reduziram para 4,8 por cento, frente aos 5,1 por cento de julho, a maior queda em um mês desde setembro de 2006.

Um outro relatório do Federal Reserve mostrou que a produção industrial dos EUA avançou 0,2 por cento em julho, impulsionada pelo melhor ganho do setor manufatureiro em 10 meses.

O indicador superou as previsões de estabilidade dos economistas e ocorreu após o aumento revisado para 0,4 por cento em junho.   Continuação...