Governo chinês vai tentar reequilibrar economia

segunda-feira, 15 de outubro de 2007 08:18 BRST
 

Por Jason Subler e Zhou Xin

PEQUIM, 15 de outubro (Reuters) - A China vai incentivar os gastos dos consumidores para reduzir seu crescente superávit comercial e redobrará os eforços para limitar os danos ao meio ambiente provocados pelo crescimento, afirmou o presidente Hu Jintao nesta segunda-feira.

Em seu discurso para o 17o Congresso do Partido Comunista, Hu também reafirmou o compromisso chinês de permitir que a moeda local, o iuan, flutue livremente.

Durante seu discurso, o presidente chinês afirmou que é preciso proteger o meio ambiente e preservar os recursos naturais, que segundo ele são vitais "para o desenvolvimento e a sobrevivência da nação chinesa".

A China, que registrou crescimento de dois dígitos nos últimos cinco anos, deve ser pressionada por sua dependência em exportações quando ministros de finanças do Grupo dos Sete países mais industrializados (G7) se encontrarem em Washington na sexta-feira.