Governo faz acordo com oposição e tira fundo soberano da pauta

quarta-feira, 15 de outubro de 2008 13:46 BRT
 

BRASÍLIA, 15 de outubro (Reuters) - O governo fez um acordo com a oposição na Câmara, nesta quarta-feira, e retirou da pauta de votações o fundo soberano e mais três projetos com urgência constitucional. Em troca, a oposição abre mão da estratégia de obstrução e permite a votação das medidas provisórias que trancam a pauta.

Pelo acordo, o fundo soberano volta à pauta na primeira semana após o segundo turno das eleições, quando também será votada a chamada MP anticrise.

A medida permite socorro do Banco Central a outros bancos nas operações especiais de redesconto e na garantia de empréstimos em moeda estrangeira.

O líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS), disse que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, resistia em retirar a proposta do fundo, mas acabou concordando diante das dificuldades políticas.

"Foi uma decisão adequada, um acordo de bom senso para os interesses do país", disse Fontana, que também vê no acordo a possibilidade para que a oposição estude mais o fundo soberano.

(Texto de Mair Pena Neto, Edição de Natuza Nery)