Venda de papelão deve ter impacto em ação da KLABIN--corretora

segunda-feira, 15 de outubro de 2007 10:36 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da fabricante de papéis e embalagens Klabin devem sofrer leve reflexo negativo por causa dos dados de vendas divulgados pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO), informa nesta segunda-feira a corretora Fator.

Segundo a Fator, as vendas de caixas de papelão ondulado, um termômetro do desempenho da economia, somaram em setembro186,3 mil toneladas, acumulando um total de 564,2 mil toneladas no terceiro trimestre. Os dados mostram que as vendas de caixas em setembro foram 0,6 por cento maiores que o registrado no mesmo mês de 2006 e 2,3 por cento menores do que em agosto deste ano.

"Acreditamos que a venda de caixas de papelão registradas foram fracas e devem trazer leve reflexo negativo ao preço das ações da Klabin, pois tal fato já está parcialmente incorporado ao preço das ações", afirmou em nota o analista Marcos Paulo Pereira, da Fator.

No terceiro trimestre, segundo a corretora, as vendas foram 2,5 por cento maiores em relação ao mesmo período de 2006 e 3,7 por cento menores em comparação ao segundo trimestre de 2007.

"O resultado revela fraca atividade no terceiro trimestre, sobretudo pelo fato de, historicamente, o terceiro trimestre registra vendas superiores às do segundo trimestre."

A corretora tem recomendação de "atraente" para os papéis da Klabin e um preço alvo de 8 reais por ação. No último pregão, a ação da Klabin fechou cotada a 7,10 reais.

(Por Rodolfo Barbosa)