Congresso digere Renan e Lula tem nova avaliação nesta semana

segunda-feira, 15 de outubro de 2007 11:27 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Com o Congresso digerindo a licença de seu presidente, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), a semana começa com uma nova pesquisa CNT-Sensus sobre a avaliação do governo Lula.

A pesquisa vai dividir as atenções com o encaminhamento para a aprovação da prorrogação da CPMF no Senado, onde a maioria do governo é frágil. As negociações com os partidos, principalmente o PSDB, serão uma tentativa para a aprovação.

O pedido de licença de Renan, na quinta-feira, deve permitir que o Congresso recupere alguma tranquilidade, apesar de o senador continuar respondendo a acusações por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética, o que pode levar à sua cassação.

Nesta segunda-feira, será feita a leitura do pedido de licença de Renan no plenário do Senado e o presidente em exercício da Casa, Tião Viana (PT-AC), reúne a Mesa Diretora. Ainda há uma representação contra Renan que deve ser despachada pela Mesa ao Conselho de Ética, sobre tentativa de espionagem.

A emenda da prorrogação da CPMF começa a caminhar no Senado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que deve se reunir depois que a senadora Katia Abreu (DEM-TO) foi escolhida como relatora da proposta. Ela já avisou que seu parecer será contrário à prorrogação.

Já o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar na terça ou na quinta-feira a consulta sobre o direito do partido em relação aos mandatos de eleitos em pleitos majoritários --prefeitos, senadores, governadores e presidente da República. A análise seria na quinta-feira passada, mas foi adiada pela ausência de ministros na corte.

ÁFRICA

Lula faz sua sétima viagem à África nesta semana, onde visita cinco países --Burkina Faso, República do Congo, África do Sul, República Democrática do Congo e Angola-- entre segunda e sexta-feira.

O presidente deve assinar acordos de cooperação em energia, saúde e agricultura, além de reafirmar o papel da África na política externa brasileira.

Na África do Sul, ele participa do Fórum de Diálogo Índia, Brasil e África do Sul (IBAS), junto com o presidente sul-africano, Thabo Mbeki, e com o primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh.