Irã diz que eliminará Israel se for atacado

terça-feira, 15 de abril de 2008 08:42 BRT
 

TEERÃ (Reuters) - O Irã vai eliminar Israel caso o Estado judeu faça um ataque militar ao Estado islâmico, disseram meios locais na terça-feira, citando um importante comandante do Exército.

O vice-comandante-em-chefe Mohammad Reza Ashtiani repetiu o aiatolá Ruhollah Khomeini, fundador da Revolução Islâmica de 1979, que disse que Israel deveria ser varrido do mapa.

"Se Israel quiser fazer qualquer ação contra a República Islâmica, nós vamos eliminar Israel da cena do universo", disse Ashtiani, segundo a Mehr, agência de notícias semi-oficial do Irã.

"Nossa resposta a qualquer ataque militar contra o Irã será forte."

Uma declaração do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, dizendo que "Israel deveria ser varrido do mapa", ultrajou a comunidade internacional.

O apoio à causa palestina é um pilar central da República Islâmica, que, desde a Revolução, se recusa a reconhecer oficialmente o direito de Israel existir.

Teerã nega as acusações de que treine e arme grupos militantes palestinos, dizendo que somente dá apoio moral.

Alguns analistas dizem que Israel pode atacar o Irã para parar as atividades nucleares do país.

O Ocidente acusa o Irã de procurar produzir armas nucleares por baixo do pano, mas Teerã diz que precisa de combustível somente para estações de energia. O Irã afirma ter desenvolvido mísseis balísticos capazes de atingir Israel.

(Reportagem de Parisa Hafezi)