Para Rússia, escudo antimíssil agrava relações com os EUA

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 08:01 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia disse na sexta-feira que um acordo para sediar parte de um escudo antimíssil dos Estados Unidos na Polônia prejudicará as relações com Moscou, já tensas após o conflito na Ossétia do Sul.

"Só se pode lamentar que, em meio a essa situação difícil, os norte-americanos estejam agravando as relações com a Rússia", disse o coronel-general Anatoly Nogovitsyn, vice-chefe do Estado-Maior russo, em entrevista coletiva.

Nogovitsyn disse ainda que Rússia e Ucrânia precisam realizar novas negociações sobre o futuro da frota russa no Mar Negro, estacionada na península ucraniana de Crimea.

"A situação atual não pode continuar assim por muito tempo. Precisamos de negociações em formato bilateral para chegarmos a um acordo", disse.

Ele também negou que a Rússia tenha usado bombas cluster --armamento que ao ser disparado solta várias submunições explosivas-- no recente conflito na Geórgia.

(Reportagem de Dmitry Zhdannikov e Conor Sweeney)