BOVESPA-Índice segue Wall Street e sobe

terça-feira, 15 de abril de 2008 11:41 BRT
 

SÃO PAULO, 15 de abril (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo assumia tendência positiva na primeira hora de negócios desta terça-feira, seguindo o otimismo das bolsas norte-americanas com dados econômicos norte-americanos.

Às 11h37, o Ibovespa .BVSP subia 0,69 por cento, aos 62.581 pontos. O giro financeiro era de 1,3 bilhão de reais.

"O mercado segue o ânimo de Wall Street com dados da economia dos Estados Unidos", disse Carlos Alberto Ribeiro, diretor da Novação Distribuidora.

Nesta manhã, o Federal Reserve informou que a atividade manufatureira em Nova York mostrou estabilidade em abril após cair a um nível recorde em março. Economistas consultados pela Reuters esperavam forte queda.

Além disso, a Johnson & Johnson reportou um inesperado aumento no lucro do primeiro trimestre. Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones .DJI subia 0,27 por cento.

Na bolsa paulista, o mercado ia na contramão do que fizera na segunda-feira, vendendo ações da Petrobras e comprando papéis da Vale e de siderúrgicas. Os papéis preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) avançavam 1,71 por cento, a 49,95 reais, enquanto os preferenciais da Gerdau GGBR4.SA subiam 1,22 por cento, a 59,58 reais.

Depois de fecharem o pregão anterior com valorização superior a 5 por cento, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) chegaram a cair 1,5 por cento. Mais tarde, os papéis recuperavam algum terreno e subiam 0,27 por cento, a 83,19 reais.

"Os papéis estão sendo alvos de realização de lucros, porque subiram muito na véspera", disse Ribeiro, acrescentando, porém, que a alta do petróleo no mercado internacional beneficiava a estatal.

Segundo ele, a queda reflete a postura mais conservadora do investidor frente ao anúncio feito na segunda-feira pelo diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, de que a Petrobras tem uma nova reserva gigantesca de petróleo na Bacia de Santos.   Continuação...