Bomba mata mulher e fere 11 em restaurante do Paquistão

sábado, 15 de março de 2008 16:17 BRT
 

Por Augustine Anthony

ISLAMABAD (Reuters) - Uma mulher turca foi morta por um ataque à bomba em um restaurante em Islamabad, capital do Paquistão, neste sábado. Outros oito estrangeiros e três paquistaneses ficaram feridos, de acordo com informações do hospital que recebeu as vítimas.

Uma lista divulgada pelo hospital da capital paquistanesa informa a nacionalidade dos feridos, que inclui cinco norte-americanos, um britânico, um canadense, um japonês e três paquistaneses.

O vice-inspetor da polícia, Sharid Nadeem Baloch, disse que a vítima turca prestava serviços humanitários no Paquistão.

O Paquistão tem combatido militantes islâmicos desde que se juntou à campanha liderada pelos Estados Unidos contra o terrorismo, após os ataques de 11 de setembro. Mais de 500 pessoas morreram neste ano em ataques atribuídos a militantes, incluindo vítimas de uma onda de ataques suicidas.

Diplomatas dos EUA já foram alvo desses atentados diversas vezes, mas ataques em locais como restaurantes frequentados por estrangeiros marcaria uma novidade nas táticas dos militantes.

O policial Baloch disse que a explosão deixou uma cratera e descartou a possibilidade de um ataque suicida.

Uma testemunha disse que a explosão ocorreu em área ajardinada que fica nos fundos do restaurante Luna Caprese, que costuma ser frequentado por expatriados, diplomatas, funcionários de agências humanitárias e jornalistas.

"Foi ensurdecedor. Nós retiramos pelo menos oito pessoas dos escombros. A maioria deles é estrangeira", disse Tariq Mahmood, um dos garçons do restaurante, à Reuters.   Continuação...

 
<p>Feridos s&atilde;o levados a hospital ap&oacute;s explos&atilde;o de bomba em restaurante em Islamabad, neste s&aacute;bado. Photo by Reuters</p>