Bovespa fecha em queda com realização de lucros

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 18:41 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em queda nesta sexta-feira pelo segundo dia consecutivo, aproveitando a desvalorização dos mercados internacionais para realizar lucros. Mesmo com a queda, a Bovespa acumulou alta de 3,7 por cento na semana.

O Ibovespa fechou em queda de 0,89 por cento aos 61.271 pontos. O volume negociado foi de 4,12 bilhões de reais. No mês, o índice acumula alta de 2,99 por cento.

"Foi um dia de realização de lucros, como o anterior, depois de uma série de pregões em alta na semana", disse um operador que não quis ser identificado.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em queda desde a abertura, tendo apresentado pouca alteração ao longo do dia após divulgação de indicadores.

O indicador mais aguardado foi o de produção industrial nos EUA, que cresceu 0,1 por cento em janeiro, a mesma taxa do mês anterior, segundo informou o Federal Reserve. A utilização da capacidade instalada no setor atingiu 81,5 por cento no mês passado, também a mesma leitura de dezembro. O índice veio dentro dos parâmetros que eram esperados pelo mercado.

Segundo analistas, no entanto, as bolsas ainda repercutem a instabilidade do dia anterior e refletem, entre outras coisas, declarações do ex-chairman do Fed, Alan Greenspan, registradas no final da noite de quinta-feira. Greenspan disse que a economia dos EUA está "claramente à beira de uma recessão".

Entre os fatores positivos para o mercado local, o Morgan Stanley elevou a recomendação para ações brasileiras de "underweight" (abaixo do mercado) para "equalweight" (desempenho em linha com a média).

A notícia boa teve pouca influência no dia da Bovespa, afirmaram analistas, já que o mercado estava de olho no cenário externo e aproveitou para realizar lucros.

O Morgan informou ainda que continua "overweight" (acima da média do mercado) para os setores de petróleo e mineração por meio de ações da Petrobras e da Vale .   Continuação...