Petrolíferas européias têm boas altas com notícia sobre Carioca

terça-feira, 15 de abril de 2008 14:50 BRT
 

SÃO PAULO/LONDRES, 15 de abril (Reuters) - A divulgação do que pode ser a maior descoberta de petróleo dos últimos 30 anos, em área de exploração da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) (PBR.N: Cotações) na bacia de Santos com parceiros internacionais, levou ações de empresas do setor na Europa a altas expressivas nesta terça-feira.

A britânica BG Group BG.L, que tem participação de 30 por cento no campo Carioca, teve ganho de 5,40 por cento, enquanto a espanhola Repsol YPF (REP.MC: Cotações), com fatia de 25 por cento no projeto, subiu 9,28 por cento. O índice setorial europeu DJ Stoxx encerrou em alta de 1,71 por cento.

"Está claro que se trata de uma descoberta importante para a Repsol mesmo que seja complicado determinar a quantidade ou qualidade dos barris que poderá extrair", afirmou o gestor de fundos Javier Galán, da Renta 4, em Madri.

A ação da Sacyr SVO.MC, principal acionista da Repsol com 20 por cento, teve a maior alta da sessão, de 12,2 por cento.

Até a portuguesa Galp GALP.LS, que não integra o grupo de exploração do campo Carioca, beneficiou-se do otimismo do mercado com as descobertas de grandes proporções que têm ocorrido no Brasil. As ações subiram 7,94 por cento.

"A subida da Galp está relacionada com a incerteza da área exata desta descoberta. Se a descoberta abranger toda a área de 'Sugar Loaf' (Pão de Açúcar), então a Galp irá se beneficiar porque tem participações em dois blocos na região", disse um operador em Lisboa.

A Galp, assim como a BG, é parceira da Petrobras na exploração do campo de Tupi, também na bacia de Santos, uma das grandes descobertas recentes no Brasil, que tem reservas recuperáveis de 5 a 8 bilhões de barris de petróleo e gás.

FORNECEDORES GANHAM   Continuação...