Chávez pede a Opep para financiar petróleo a países pobres

quinta-feira, 15 de novembro de 2007 13:13 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O presidente venezuelano Hugo Chávez vai pedir à Opep um plano de ajuda aos países pobres ante os altos preços do petróleo, nos moldes do que a Venezuela faz com alguns países caribenhos.

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que o plano de Chávez, que será anunciado esta semana, na reunião dos chefes de Estado da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), em Riad, foi inspirado pelo acordo Petrocaribe, um pacto que Caracas lançou em 2005.

O programa oferece petróleo e combustível em condições especiais a nações do Caribe, como Jamaica e República Dominicana, com financiamentos flexíveis e a possibilidade de pagamento em produtos locais, como bananas e noz moscada.

"Essa experiência com Petrocaribe nos convence que é possível construir fórmulas de solidariedade, com base na energia", disse Maduro.

"Os países fortes no setor energético podem contribuir com esta fórmula de solidariedade ao desenvolvimento e melhoramento da capacidade econômica (dos países) e à qualidade de vida das pessoas que mais necessitam ao sul do planeta (...) esta é a proposta central", acrescentou.

Maduro está na China, para onde a Venezuela está exportando 350 mil barris de petróleo por dia.