PANORAMA2-Temor de recessão nos EUA derruba mercados no Brasil

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 18:45 BRST
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 15 de janeiro (Reuters) - O medo de uma recessão nos Estados Unidos voltou a abater os mercados globais nesta terça-feira.

O mau humor foi disparado pela queda de 0,4 por cento nas vendas do varejo dos Estados Unidos em dezembro. A fraqueza do setor, que já era antecipada por alertas de lucros de várias empresas, foi interpretada pelos investidores como um sinal de que a crise de crédito já tem efeitos claros sobre o consumo, principal motor da maior economia do mundo.

Perguntado se a economia pode estar em uma recessão puxada pelo consumo, Michael Metz, estrategista-chefe de investimentos da Oppenheimer & Co., em Nova York, disse achar que sim. "E eu penso que vai ser a mais séria do pós-guerra."

O clima de pessimismo foi ajudado pelo maior prejuízo trimestral da história do Citigroup (C.N: Cotações).

Com o temor de uma recessão, as bolsas em Nova York caíam cerca de 2 por cento pouco antes do fechamento do pregão. O rendimento dos Treasuries de referência, o de 10 anos, chegou a atingir a mínima desde 2004.

No Brasil, o maior impacto foi sentido pela Bovespa, que fechou abaixo de 60 mil pontos pela primeira vez no ano.

O dólar subiu 1,04 por cento, em mais uma sessão com volume abaixo da média --segundo operadores, a incerteza externa tem travado os negócios. O mercado de juros futuros ficou divorciado do nervosismo.

O relatório de preços ao produtor nos EUA teve pouca repercussão no mercado.   Continuação...