Morgan Stanley eleva recomendação de ações no Brasil

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 08:25 BRST
 

LONDRES/SÃO PAULO (Reuters) - O Morgan Stanley elevou a recomendação para ações brasileiras de "underweight" (abaixo do mercado) para "equalweight" (desempenho em linha com a média).

"Sentimos que a trajetória das políticas monetária e cambial é agora mais visível, e a fraca performance de algumas ações domésticas já se realizou", afirmaram os analistas do Morgan em relatório.

"Sugerimos aos nossos clientes que sigam nossa recomendação de começar a revisitar a exposição a ações de empresas cujos negócios são orientados à economia doméstica", acrescentaram.

O Morgan informou ainda que continua "overweight" (acima da média do mercado) para os setores de petróleo e mineração por meio de ações da Petrobras e da Vale .

"Apesar de estarmos restabelecendo uma pequena preferência pelo Brasil, nosso modelo não está apontando fortes diferenças entre os países da América Latina. Os gestores regionais devem enfatizar ações no lugar de alocação por país neste momento, em nossa visão", comentaram os analistas.

Em 17 de dezembro, o Ibovespa --principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo-- despencou 4 por cento após o Morgan Stanley ter reduzido a recomendação das ações brasileiras para "underweight". Naquele dia, a sessão também foi influenciada pelo medo de que a crise global do crédito originada nos Estados Unidos contaminasse a economia real.

No seu mais recente relatório, de 14 de fevereiro, o Morgan também elevou as ações da Turquia para "overweight" (acima da média do mercado), enquanto cortou a recomendação para Chile e Filipinas.

(Reportagem de Sujata Rao e Cesar Bianconi)