BOVESPA-Mercado opera em alta, puxado em parte pela Vale

quinta-feira, 15 de maio de 2008 11:51 BRT
 

SÃO PAULO, 15 de maio (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo operava em alta na manhã desta quinta-feira, em um ritmo levemente mais acentuado do que o exibido pelo mercado externo, em parte puxada pelas ações da Vale.

Às 11h49, o Ibovespa .BVSP subia 0,52 por cento aos 70.387 pontos. O volume negociado era de 1,4 bilhão de reais.

"O mercado não deve apresentar grandes movimentações hoje, nem para cima, nem para baixo. A Vale está subindo um pouco, mas nada que afete muito o desempenho", afirma Luiz Roberto Monteiro, assessor de investimentos da corretora Souza Barros.

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) operavam estáveis, a 46,30 reais. Já as da Vale (VALE5.SA: Cotações) exibiam uma alta mais acentuada, de 0,85 por cento, negociadas a 55,73 reais.

No mercado externo, o índice Dow Jones .DJI operava em leve alta nesta manhã, refletindo apostas em acordos corporativos. Nesse front, a CBS Corp (CBS.N: Cotações) disse que pode comprar a CNET Networks CNET.O e o investidor bilionário Carl Icahn disse que poderám formar uma chapa dissidente no Yahoo (YHOO.O: Cotações) em uma tentativa de forçar a empresa a aceitar ser vendida para a Microsof (MSFT.O: Cotações).

Também nesta manhã, o chairman do Fed, Ben Bernanke, pediu que as instituições financeiras aumentem seus esforços para levantar capital.

No cenário interno, foi divulgado mais um índice de inflação que mostra aceleração. O IGP-10 registrou a maior taxa do ano em maio, com alta de 1,52 por cento.

Pela manhã, entre as maiores altas, estavam as ações da Nossa Caixa BNCA3.SA, que subiam 2,03 por cento e da TAM TAMM4.SA que valorizavam-se em 2,05 por cento. Entre os piores desempenhos estavam os papéis do Pão de Açúcar (PCAR4.SA: Cotações), com queda de 1,92 por cento.

(Por Cláudia Pires, edição de Vanessa Stelzer)