Citigroup impede saída de investidores de fundo hedge

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 15:22 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O Citigroup suspendeu saques de investidores de um fundo de hedge de 500 milhões de dólares para dar uma chance para ao fundo para "se estabilizar", disse um porta-voz do banco nesta sexta-feira.

O fundo baseado em Londres, chamado CSO Partners, enfrentava resgates de recursos de investidores após uma desvalorização de 10 por cento em novembro, o que levou seu administrador, John Pickett, a renunciar, segundo o porta-voz do Citi, Jon Diat.

O fundo registra alta de 27 por cento desde sua criação, em agosto de 2004, até 31 de dezembro de 2007.

"Nós suspendemos temporariamente os resgates de todas as ações do CSO para estabilizar o fundo e dar tempo para atender suas necessidades de financiamento para cumprir obrigações antecipadas", disse Diat em um comunicado.

Não é incomum gerentes de fundos de hedge suspenderem resgates de fundos que passam por estresse. Documentos de investimentos geralmente dão ao gerente o direito de colocar travas temporárias que evitam a saída de investidores. Isso é feito para que os administradores não tenham que liquidar ativos sob a pressão de investidores que querem sacar seus recursos.

Além de suspender a saída de investidores, o Citigroup relatou ter injetado 100 milhões de dólares no fundo recentemente e que está buscando outras fontes de financiamento.