ATUALIZA-SBM e PETROBRAS formalizam acordo para construir P-57

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 18:44 BRST
 

(Texto com declarações da Petrobras)

AMSTERDÃ/RIO DE JANEIRO, 15 de fevereiro (Reuters) - O grupo de engenharia Single Buoy Mooring (SBM) (SBMO.AS: Cotações) oficializou o acordo com a Petrobras (PETR4.SA: Cotações) para a construção da plataforma flutuante de produção P-57, que será instalada no campo de Jubarte, na bacia de Campos, informou a companhia holandesa na sexta-feira em um comunicado.

A plataforma terá capacidade produtiva de 180 mil barris de petróleo e 2 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. A entrega está programada para 2010.

Segundo a empresa holandesa, o contrato está avaliado em 1,25 bilhão de dólares, incluindo três anos de prestação de serviços operacionais, informou a SBM.

Em nota enviada à imprensa no final da tarde, a Petrobras informou que a plataforma terá conteúdo nacional mínimo de 65 por cento, excluindo conversão do casco que será realizada em Cingapura, e a compra de máquinas de grande porte.

A construção do maior número de módulos e a integração da plataforma (casco e módulos) será realizada no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis (RJ).

"O projeto da P-57 integra as metas de crescimento estabelecidas no Planejamento Estratégico 2020, que prevê chegar a 2015 com uma produção, no país, de 3,455 milhões de barris equivalentes (boe) de petróleo e gás natural por dia", informou a estatal.

Segundo a Petrobras, a SBM fornecerá, para a conversão, o navio petroleiro Island Accord. Ao final da construção, a SBM executará por três anos a operação da P-57, como contratada, pelo valor de 63,55 milhões de dólares. O preço da plataforma é de 1,195 bilhão de dólares.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira)