PANORAMA2-Queda nos EUA abre espaço para realização na Bovespa

terça-feira, 16 de outubro de 2007 18:33 BRST
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 16 de outubro (Reuters) - Lucros abaixo do esperado e a alta do petróleo trouxeram mau humor para as bolsas norte-americanas nesta terça-feira, e o clima ruim abriu espaço para ajustes no mercado brasileiro.

Na Bolsa de Valores de São Paulo, os investidores aproveitaram os ventos desfavoráveis e embolsaram parte do lucro obtido com os recentes recordes. Mesmo com a queda de quase 2 por cento, o principal índice da bolsa se manteve perto dos 62 mil pontos.

O desempenho de Wall Street foi determinado pelos resultados fracos do Wells Fargo (WFC.N: Cotações) e de outros bancos, que reacenderam a preocupação com a tamanho das perdas associadas ao mercado de crédito de alto risco. Além disso, o petróleo voltou a assustar com máximas recordes.

"Nós temos uma combinação de preços de energia persistentemente em alta e lucros do setor financeiro piores do que muitos esperavam", disse Paul Nolte, diretor de investimentos da Hindsale Associates, em Hindsale, Illinois.

Com esse cenário, o investidor norte-americano prestou pouca atenção nos dados sobre a produção industrial do país. De acordo com o Federal Reserve, o resultado de setembro veio conforme o esperado, com alta de 0,1 por cento.

No Brasil, o mercado de câmbio também olhou para o exterior e o dólar operou em alta durante praticamente todo o dia --recuperando terreno em relação ao patamar de 1,80 real, rompido nas duas sessões anteriores.

No final da tarde, porém, a moeda americana cedeu para fechar no mesmo nível da véspera. Segundo operadores, a reversão foi favorecida pela atuação tímida do Banco Central, que não enxugou toda a oferta de dólares no mercado.

Sobre o ingresso de moeda no país, que já provocou a queda de 15 por cento do dólar no ano, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que "esse fluxo veio para ficar".   Continuação...