Português Tavares ganha Prêmio Portugal Telecom de Literatura

terça-feira, 16 de outubro de 2007 23:01 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O autor Gonçalo M. Tavares conquistou o Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa 2007 com o livro "Jerusalém" editado em 2004 em Portugal, mas lançado no Brasil apenas no ano passado.

Foi a primeira vez que o prêmio, que tem cinco anos e é patrocinado pela principal empresa de telecomunicações de Portugal, incluiu autores de fora do Brasil, mas que tenham sido editados no país.

Tavares, nascido em Luanda, capital de Angola, mas que mora em Lisboa, defendeu que a existência de grandes editoras que atuem em toda comunidade de língua portuguesa é mais importante para a preservação do idioma do que a reforma ortográfica que está em debate.

"Ortografia não é o mais importante. O mais importante é ter o orgulho e falar o português. Falando em literatura, o mais importante é a existência de editoras da língua portuguesa", disse o Tavares.

O romance "Jerusalém" já havia sido premiado em 2004 e 2005 em Portugal.

"Os livros são muito iguais às vezes. Os escritores importantes são os ligeiramente diferentes. Todos os que se afastaram do momento foram os que ficaram", afirmou o autor de 37 anos, comentando os efeitos da globalização na literatura.

Tavares leva um prêmio de 100 mil reais. O segundo colocado, o escritor brasileiro Dalton Trevisan com "Macho não Ganha Flor", ficou com 35 mil e o terceiro prêmio, de 15 mil reais, foi para o também brasileiro Teixeira Coelho, por "História Natural da Ditadura".

(Por Renata de Freitas)