16 de Junho de 2008 / às 22:03 / 9 anos atrás

ATUALIZA-Chefe do Lehman mostra confiança apesar de prejuízo

(Texto atualizado com mais informações e comentários de analista)

Por Dan Wilchins

NOVA YORK, 16 de junho (Reuters) - O presidente-executivo do Lehman Brothers LEH.N demonstrou confiança no banco de investimento nesta sexta-feira, impulsionado as ações em 9 por cento durante o dia, mesmo divulgando o primeiro prejuízo trimestral desde que se tornou uma empresa de capital aberto.

O presidente-executivo, Dick Fuld, que gerenciou o Lehman pelo difícil período dos anos 1990, afirmou que a posição de capital da companhia é forte, mesmo após este registrar 3,7 bilhões de dólares em baixas contábeis durante o período que levaram a um prejuízo de 2,8 bilhões de dólares previsto na semana passada.

"Nós fizemos diversas mudanças. Agora é meu dever garantir que vamos cumpri-las", disse Fuld em teleconferência com investidores.

O executivo de 62 anos está no Lehman desde 1969 e é presidente-executivo desde 1993. Ele tem estado bastante distante do público durante as recentes turbulências do banco, mas disse a investidores nesta segunda-feira que o prejuízo trimestral "é de minha responsabilidade".

O mau tempo continua sobre o banco. Suas ações não recuperaram todo o declínio da semana passada, quando a companhia previu o prejuízo trimestral e rebaixou seu vice-presidente financeiro e o vice-presidente de operações em meio à crise de confiança.

O Lehman tem mais de 60 bilhões de dólares em hipotecas e ativos relacionados a seguros em seus balanços, uma quantia bastante excessiva para a companhia, o que pode levar a mais baixas contábeis.

O Lehman afirmou que seu prejuízo chegou a 5,14 dólares por ação no segundo trimestre do ano fiscal, comparado ao lucro de 1,27 bilhão de dólares, ou 2,21 dólares por ação, um ano antes. O prejuízo é o primeiro do Lehman desde se separou da American Express (AXP.N) em 1994.

Apesar das baixas contábeis terem levado a grande perdas trimestrais em rivais como o Morgan Stanley (MS.N), o Lehman evitou divulgar prejuízos líquidos até hoje.

As ações do banco encerraram o dia negociadas em alta de 5,4 por cento.

Com o menor dos maiores bancos de investimento dos Estados Unidos se debatendo com perguntas sobre seu futuro, muitos analistas têm especulado que o banco pode se tornar um candidato a uma aquisição.

Em resposta a uma pergunta na teleconferência, Fuld respondeu: "Eu disse diversas vezes que eu acredito bastante que com a força e o poder desta franquia, nós podemos continuar sozinhos". Mas ele acrescentou que se potenciais compradores surgirem, ele tem a obrigação de levar a proposta à diretoria.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below