BOLSA EUROPA-Mercados refletem EUA e Ásia e operam em queda

quinta-feira, 16 de outubro de 2008 08:13 BRT
 

Por Peter Starck

FRANKFURT, 16 de outubro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam em queda nesta nesta quinta-feira, refletindo os mercados de ações norte-americanos e asiáticos, em meio ao aumento dos temores sobre uma desaceleração econômica global, que pesou fortemente nas ações ligadas ao setor de matérias-primas, como as da siderúrgica ArcelorMittal MTP.PA.

Apesar disso, as ações operam acima dos menores níveis registrados mais cedo. Por volta das 8h11 (horário de Brasília), o índice FTSEroufirst 300 .FTEU3 recuava 2,73 por cento para 879 pontos, após ter chegado a cair 5,6 por cento.

O índice despencou 6,5 por cento na quarta-feira, após salto de 10 por cento na segunda-feira e de 3,1 por cento na terça.

Os principais indicadores de ações em Wall Street .DJI .SPX .IXIC tiveram na quarta-feira seu pior dia desde a crise de 1987 e o índice Nikkei do Japão .N225 apresentou a maior queda diária desde a mesma época nesta quinta-feira, alimentada pelos temores de uma recessão global.

"A situação nos mercados financeiros permanece tensa", informou o banco alemão Helaba.

O Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) avaliou que os pacotes de resgate ao setor financeiro acionados de forma coordenada por governos e bancos centrais podem servir como um amortecedor do choque, mas não devem evitar que a maioria das economias da zona do euro entre em recessão no ano que vem. As ações do banco subiam 0,92 por cento.

O Morgan Stanley tratou do mesmo tema, considerando que embora a ação decisiva tomada em âmbito fiscal, monetário e regulatório possa previnir uma depressão como a dos anos de 1930, "uma recessão no mundo industrializado ainda pode acontecer".

"A recessão não será particularmente profunda, mas será bastante prolongada e, na melhor das hipóteses, será seguida de uma recuperação fraca", avaliou o Morgan Stanley.   Continuação...