África do Sul pode ajudar Zimbábue a finalizar negociações

sábado, 16 de agosto de 2008 13:32 BRT
 

Por Stella Mapenzauswa

JOHANESBURGO (Reuters) - Os rivais políticos do Zimbábue podem assinar neste sábado um acordo de compartilhamento de poder para encerrar a crise política do país, depois que líderes regionais discutiram o esboço de um acordo durante uma conferência de líderes sul-africanos, afirmou uma fonte diplomática.

A fonte disse que o esboço do acordo de compartilhamento de poder para por fim às negociações que se arrastam há mais de um mês estava sendo discutido durante a tarde deste sábado, em uma sessão fechada da cúpula dos 14 membros da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês), em Johanesburgo.

"As partes podem assinar (o acordo) esta noite", disse a fonte, que acompanha de perto as negociações.

O presidente sul-africano Thabo Mbeki afirmou mais cedo que o encontro dos líderes regionais poderia ajudar os rivais políticos do Zimbábue concluirem as negociações.

"Esse encontro nos dá a possibilidade de ajudar os partidos do Zimbábue a finalizar suas negociações para que juntos eles possam... trabalhar para chegar a uma recuperação nacional e reconciliação", afirmou Mbeki no início de uma sessão de dois dias com os 14 membros da Comunidade.

Mbeki, mediador-chefe das negociações entre os rivais políticos no Zimbábue, pediu uma resolução urgente para a crise no país africano.

"Estou certo de que os milhões de zimbabuanos dentro e fora do país aguardam com grande expectativa e grandes esperanças um resultado positivo de nossas deliberações", afirmou.