Indústria dos EUA recupera-se com serviços públicos

quarta-feira, 16 de abril de 2008 11:57 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - A produção industrial nos Estados Unidos registrou inesperada alta no mês de março, à medida que os serviços públicos aumentaram a atividade em meio ao inverno, compensando o setor manufatureiro que sofreu com uma greve na área de autopeças.

A produção industrial total subiu 0,3 por cento em março contra uma queda revisada de 0,7 por cento em fevereiro.

Os economistas tinham previsto queda de 0,1 por cento ante o recuo inicialmente informado para fevereiro de 0,5 por cento.

A produção de serviços públicos cresceu 1,9 por cento em março, após cair 3,6 por cento em fevereiro.

A atividade manufatureira avançou apenas 0,1 por cento, seguindo o declínio de 0,5 por cento no mês anterior.

"A produção fabril foi contida por um grande declínio na atividade de motores e autopeças. Uma parada em autopeças que resultou de uma greve em uma fabricante de peças deixou ociosa uma série de fábricas de motores", disse o Fed em nota, referindo-se à greve de sete semanas na American Axle & Manufacturing Holdings .

A greve, que prejudicou inteira ou parcialmente 30 fábricas, causou uma queda de 5,4 por cento na produção de veículos e autopeças em março. Em fevereiro, o recuo havia sido de 1,3 por cento.

Excluindo motores e autopeças, a produção manufatureira avançou 0,4 por cento em março, após a queda de 0,6 por cento no mês anterior.

O uso da capacidade instalada aumentou para 80,5 em março, ante 80,3 em fevereiro. Analistas esperavam estabilidade em 80,3 por cento.

(Por David Lawder)