VALE corta fornecimento de minério para cliente chinês--Merrill

quinta-feira, 16 de outubro de 2008 10:16 BRT
 

XANGAI, 16 de outubro (Reuters) - A mineradora brasileira Vale VALE5.SA suspendeu o fornecimento de minério de ferro para pelo menos um de seus principais clientes na China, com a intenção de pressionar a siderúrgica a aceitar um reajuste de 12 por cento no preço, afirmou o Merrill Lynch em um relatório nesta quinta-feira.

A Jinan Iron and Steel, oitava maior produtora de aço da China em 2007, confirmou o corte no fornecimento e avalia que poderá operar por 20 a 30 dias sem o minério da Vale, de acordo com o relatório do Merrill, citando comunicados da companhia.

A Vale, a maior produtora de minério de ferro do mundo, está negociando com seus clientes asiáticos um aumento adicional de 12 a 13 por cento no preço do minério para os contratos ainda de 2008, para trazer os preços ao mesmo nível dos negócios feitos com as usinas européias.

Procurada pela Reuters, a Vale informou que o mesmo rumor ocorreu há três semanas, quando a empresa esclareceu que os embarques para a China estavam dentro da normalidade. A empresa não soube informar imediatamente se a mesma explicação valeria para os novos rumores.

A Jinan Steel é parte de um grupo de siderúrgicas que se comprometeu no início deste mês a limitar a produção em 20 por cento, para tentar evitar uma queda nos preços do aço. A companhia está um processo de fusão com a Laiwu Iron and Steel, para formar a Shandong Iron and Steel Group.

Autoridades da Jinan Steel não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

A Baosteel redirecionou alguns carregamentos de minério da Vale, uma vez que está fazendo a manutenção de um grande forno, segundo uma fonte do setor de navegação em Tóquio. Pelo menos dois desses carregamentos tinham sido vendidos a preços mais baixos, acrescentou a fonte.

O corte no fornecimento veio conforme as usinas asiáticas estavam mais próximas de frustrar as negociações com mineradoras de ferro internacionais, incluindo a Vale, Rio Tinto (RIO.L: Cotações)(RIO.AX: Cotações) e a BHP Billiton (BLT.L: Cotações)(BHP.AX: Cotações), que tradicionalmente começam a se reunir para negociar preços no final de outubro.

Segundo pesquisa feita pela Reuters com 15 analistas, o preço do minério deverá ficar estável em 2009 em relação a 2008 ou mesmo cair. As margens de lucro das siderúrgicas vem sendo atingidas pelos altos custos do minério de ferro, do combustível e do coque.   Continuação...