16 de Outubro de 2008 / às 13:21 / 9 anos atrás

VALE corta fornecimento de minério para cliente chinês--Merrill

XANGAI, 16 de outubro (Reuters) - A mineradora brasileira Vale (VALE5.SA) suspendeu o fornecimento de minério de ferro para pelo menos um de seus principais clientes na China, com a intenção de pressionar a siderúrgica a aceitar um reajuste de 12 por cento no preço, afirmou o Merrill Lynch em um relatório nesta quinta-feira.

A Jinan Iron and Steel, oitava maior produtora de aço da China em 2007, confirmou o corte no fornecimento e avalia que poderá operar por 20 a 30 dias sem o minério da Vale, de acordo com o relatório do Merrill, citando comunicados da companhia.

A Vale, a maior produtora de minério de ferro do mundo, está negociando com seus clientes asiáticos um aumento adicional de 12 a 13 por cento no preço do minério para os contratos ainda de 2008, para trazer os preços ao mesmo nível dos negócios feitos com as usinas européias.

Procurada pela Reuters, a Vale informou que o mesmo rumor ocorreu há três semanas, quando a empresa esclareceu que os embarques para a China estavam dentro da normalidade. A empresa não soube informar imediatamente se a mesma explicação valeria para os novos rumores.

A Jinan Steel é parte de um grupo de siderúrgicas que se comprometeu no início deste mês a limitar a produção em 20 por cento, para tentar evitar uma queda nos preços do aço. A companhia está um processo de fusão com a Laiwu Iron and Steel, para formar a Shandong Iron and Steel Group.

Autoridades da Jinan Steel não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

A Baosteel redirecionou alguns carregamentos de minério da Vale, uma vez que está fazendo a manutenção de um grande forno, segundo uma fonte do setor de navegação em Tóquio. Pelo menos dois desses carregamentos tinham sido vendidos a preços mais baixos, acrescentou a fonte.

O corte no fornecimento veio conforme as usinas asiáticas estavam mais próximas de frustrar as negociações com mineradoras de ferro internacionais, incluindo a Vale, Rio Tinto (RIO.L)(RIO.AX) e a BHP Billiton (BLT.L)(BHP.AX), que tradicionalmente começam a se reunir para negociar preços no final de outubro.

Segundo pesquisa feita pela Reuters com 15 analistas, o preço do minério deverá ficar estável em 2009 em relação a 2008 ou mesmo cair. As margens de lucro das siderúrgicas vem sendo atingidas pelos altos custos do minério de ferro, do combustível e do coque.

A suspensão dos carregamentos da Vale podem ter ajudado a contribuir com a queda nas taxas de frete para o menor patamar em cinco anos e meio.

O índice referencial Baltic Dry .BADI perdeu mais de 80 por cento do seu valor ante o pico de 11.793 ponto em maio, conforme o aprofundamento da crise financeira e a desaceleração da demanda na China enfraquecem a confiança do mercado.

As indústrias de aço da China negaram rumores do mercado de que várias usinas tenham concordado com a demanda da mineradora brasileira Vale (VALE5.SA), para que os preços do minério de ferro vendido ao mercado asiático seja alinhado ao preço dos clientes europeus. As usinas chinesas teriam classificado essa exigência como "impossível".

(Com reportagem adicional de Denise Luna, no Rio de Janeiro)

Por Alfred Cang e Lucy Hornby

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below