BOVESPA-Mercado segue de olho em Wall Street e cai 0,86%

sexta-feira, 16 de novembro de 2007 14:00 BRST
 

SÃO PAULO, 16 de novembro (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo acentuava sua queda no início da tarde desta sexta-feira, conforme os principais índices das bolsas de Nova York perdiam força.

Às 13h58, o Ibovespa .BVSP recuava 0,86 por cento, a 64.073 pontos. O volume financeiro era de 2,4 bilhões de reais, às vésperas do vencimento de opções na segunda-feira.

"Hoje a bolsa faz um ajuste em relação à queda de ontem nos Estados Unidos. A tendência é permanecermos em baixa, se lá fora recuperar, podemos recuperar também, mas a tendência ainda seria de queda", afirmou o analista de investimento do BBInvestimentos, Hamilton Moreira.

"E por conta do feriado, se hoje o volume não for alto, segunda-feira pode ter uma forte elevação, porque mesmo com o feriado de terça-feira, segunda ainda é dia de vencimento de opções", concluiu.

No Ibovespa as ações apresentavam tendência de queda.

As blue chips Petrobras (PETR4.SA: Cotações) e Companhia Vale do Rio Doce (VALE5.SA: Cotações) perdiam 0,80 por cento e 1,90 por cento, respectivamente.

Dentre as altas da sessão, destaque para os papéis da Cosan (CSAN3.SA: Cotações), que tinham valorização de 2,06 por cento, e Telemar Norte Leste TMAR5.SA, que subia 0,33 por cento. O Citigroup elevou nesta sexta-feira o preço-alvo da Telemar Norte Leste de 61 reais por ação para 78 reais por ação, reiterando recomendação de compra.

Nos Estados Unidos os principais índices abriram em alta, mas depois de forte oscilação o Dow Jones .DJI passou a operar em terreno negativo, pressionado por preocupação com gastos dos consumidores e uma previsão de lucro decepcionante da FedEx. Segundo analistas, o vencimento de opções em Nova York também contribuía com a volatilidade. O Nasdaq .IXIC e o S&P 500 .SPX apresentavam queda de 0,39 por cento e 0,18 por cento, respectivamente.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa; Edição de Renato Andrade)