ATUALIZA-Furacão Omar enfraquece no Oceano Atlântico

quinta-feira, 16 de outubro de 2008 15:49 BRT
 

(Texto atualizado com enfraquecimento da tempestade)

Por John Marino

SAN JUAN, 16 de outubro (Reuters) - O furacão Omar se enfraqueceu rapidamente enquanto se movimentava no oceano Atlântico nesta quinta-feira, depois de passar pelas pequenas ilhas no nordeste do Caribe como uma forte tempestade que causou prejuízos relativamente pequenos, informaram meteorologistas norte-americanos.

A 15a tempestade tropical da temporada de furacões do Atlântico afundou barcos em portos e derrubou árvores e postes de eletricidade em ilhas do Caribe, de acordo com informações de morqadores das áreas atingidas.

A tempestade não representa qualquer ameaça aos Estados Unidos ou qualquer outra extensão territorial enquanto passa pelas águas abertas do Atlântico.

"Ele não atingiu as grandes faixas de terra. A única faixa de terra que atingiu foi uma pequena ilha chamada Sombrero que não é habitada", disse o especialista em furacões Stacy Stewart, do Centro Nacional de Furacões dos EUA.

"Se ele iria seguir um caminho que não afetaria ninguém, ou que pelo menos não afetaria ninguém significativamente, então ele com certeza tomou esse caminho", disse Stewart.

O Omar se formou ao norte da ilha holandesa de Curaçao na terça-feira, interrompendo brevemente as operações petrolíferas na Venezuela e suspendendo as unidades de processamento de uma refinaria nas Ilhas Virgens.

O furacão ganhou força, chegando à categoria 3 ao se dirigir para Porto Rico e as ilhas do nordeste do Caribe, e quase chegou à categoria 4 na passagem de Anegada, entre a ilha franco-holandesa de St. Maarten e as Ilhas Virgens.

Entretanto, por volta das 11h no horário local, os ventos mais fortes da tempestade já tinham diminuído de velocidade para cerca de 140 quilômetros por hora, tornando-se um furacão de categoria 1, informou o Centro, que tem base em Miami.