Empresas de médio porte preparam retomada de IPOs na Bovespa

quarta-feira, 16 de abril de 2008 15:47 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Pode estar perto do fim o esfriamento do mercado de capitais brasileiro por conta da crise global de crédito, que interrompeu um ciclo que levou mais de 100 novas empresas a lançar ações na Bovespa nos últimos quatro anos.

A retomada, no entanto, deve ser liderada por companhias de menor porte, com ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) de até 100 milhões de reais. Pelo menos esses são os planos de empresas que se preparam para desembarcar no Bovespa Mais, segmento criado pela bolsa paulista em 2006 para abrigar companhias de pequeno e médio portes.

"Estamos sendo consultados por dezenas de empresas", disse o superintendente de relações com empresas da Bovespa, João Batista Fraga, após participar de uma apresentação que três companhias fizeram a investidores e demais instituições do mercado nesta quarta-feira.

As colocações devem ser absorvidas predominantemente no mercado doméstico --uma diferença em relação às empresas de maior porte que chegaram ao mercado entre 2003 e 2007 e que tiveram, em média, 75 por cento das ofertas absorvidas por estrangeiros.

Como o apetite dos investidores nacionais por renda variável segue firme, essas companhias não precisariam esperar pela recuperação total do cenário internacional.

"Estamos conversando com bancos de investimentos e pretendemos estrear no mercado no segundo semestre deste ano", afirmou Bernardo Gomes, fundador e presidente da Senior Solution, empresa de softwares para o setor financeiro.

Fundada em 1996, a companhia tem entre os sócios o braço de participações do BNDES e o fundo de private equity Stratus. O discurso para seduzir o mercado já está pronto: crescimento médio anual de 75 por cento desde 2004, carteira de clientes que inclui os dez maiores bancos do país e atuação internacional, com filiais na China, Índia, Chile e Argentina.

O apetite das empresas médias pelo quase inexplorado Bovespa Mais --desde sua criação apenas uma companhia se listou, a fabricante de insumos para fertilizantes Nutriplant-- é explicado pela pressa delas em crescer e escapar de ser engolidas por empresas maiores.   Continuação...