Bovespa fecha praticamente estável de olho em NY

sexta-feira, 16 de novembro de 2007 18:47 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo encerrou o dia em queda, acompanhando as variações dos principais índices de Wall Street depois de procurar se ajustar às variações do mercado internacional da véspera, quando não operou por conta do feriado.

O Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, terminou o dia com oscilação negativa de 0,03 por cento, a 64.609 pontos. O volume financeiro total foi de 5,5 bilhões, um pouco inflado pela proximidade do vencimento de opções, na segunda-feira. No Ibovespa os papéis se dividiam entre altas e baixas. Dentre as valorizações os destaques eram a Sabesp, que avançou 3,04 por cento, e a Cosan, que subiu 4,07 por cento.

"Observando os três dias anteriores, a Cosan vinha realizando ajustes no mercado. Ela se manteve nesse nível boa parte do pregão e tem espaço para crescer mais até o fim do ano", apontou o analista da corretora Planner, Peter Ping Ho.

As ações mais negociadas do dia pressionaram o Ibovespa para baixo. As ações da Petrobras fecharam em queda de 0,42 por cento, a 78,80 reais, e os papéis da Companhia Vale do Rio Doce perderam 2,09 por cento, para 52,00 reais.

Nos Estados Unidos o dia foi de sobe-e-desce acentuado. Ações de empresas de energia e tecnologia ajudaram a impulsionar os principais índices para cima, mas ao final do pregão prevaleciam os temores sobre os impactos da crise de crédito que pressionaram papéis de financeiras.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa)