AGENDA POLÍTICA-Lula acerta posse de Minc e vazador vai a CPI

sexta-feira, 16 de maio de 2008 15:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontra na segunda-feira o novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc (PT-RJ)), que substituirá Marina Silva.

Minc, secretário de Ambiente do Estado do Rio de Janeiro, fez exigências que tornou públicas para aceitar o cargo, como mais recursos para o ministério e ausência de pressões políticas para concessão de licenças ambientais.

Ele também quer que a coordenação do Plano Amazônia Sustentável (PAS) fique com o Meio Ambiente e não com o ministro Mangabeira Unger (Assuntos Estratégicos), indicado por Lula para a função.

Na sexta-feira, Lula participa, em Brasília, de cúpula presidencial da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). A reunião estava prevista para março, em Cartagena das Índias, na Colômbia, mas foi adiada pela crise entre Colômbia e Equador. Além dos estatutos da Unasul, a reunião poderá aprovar a criação do Conselho Sul-Americano de Defesa, que vem sendo defendido pelo Brasil.

A semana terá ainda o depoimento na CPI mista dos cartões corporativos de José Aparecido Nunes Pires, ex-secretário de Controle Interno da Casa Civil, e de André Eduardo Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

Investigação interna da Casa Civil indica que Aparecido enviou por e-mail para Fernandes dados sobre os gastos com cartões corporativos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Com os depoimentos, a oposição quer saber quem ordenou a confecção do suposto dossiê.

Aparecido, que pediu exoneração da Casa Civil e deve retornar ao Tribunal de Contas da União (TCU), foi indiciado nesta sexta-feira pela Polícia Federal, que investiga o caso. Ele terá de depor na CPI sem a proteção pedida ao Supremo Tribunal Federal, que negou ação para que ele pudesse permanecer calado no depoimento.

A seguir os principais eventos da semana.

SEGUNDA-FEIRA   Continuação...