Crise vai mudar parâmetros do Orçamento de 2009, diz relator

quinta-feira, 16 de outubro de 2008 17:03 BRT
 

 BRASÍLIA, 16 de outubro (Reuters) - Após se reunir com o
presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, o
relator-geral do Orçamento de 2009, senador Delcídio Amaral
(PT-MS), afirmou nesta quinta-feira que os parâmetros
econômicos que balizam a peça orçamentária terão de ser
alterados.
 "Indubitavelmente, em função de tudo o que estamos
levantando, vamos ter um crescimento menor, talvez uma taxa de
inflação um pouco maior por causa do câmbio, e o câmbio vai
mudar", afirmou Amaral à Reuters.
 O senador adiou a apresentação do seu relatório
preliminar--prevista incicialmente para esta semana-- para
avaliar a evolução da economia brasileira, que vive forte
volatilidade no último mês em meio ao agravamento da crise
financeira global.
 O projeto de lei orçamentária encaminhado pelo governo ao
Congresso no final de agosto prevê crescimento de 4,5 por cento
para o PIB em 2009, inflação de 4,5 por cento e taxa média de
câmbio de 1,71 real por dólar.
 Estimativas do mercado levantadas pelo Banco Central já
apontam para um câmbio médio de 1,84 real por dólar em 2009,
com inflação de 4,80 por cento e crescimento de 3,5 por cento.
 (Reportagem de Natuza Nery; Edição de Isabel Versiani)