Embraer recebe aprovação da Rússia para seus jatos regionais

sexta-feira, 16 de maio de 2008 18:31 BRT
 

SÃO PAULO, 16 de maio (Reuters) - A Embraer informou nesta sexta-feira que recebeu do Comitê Interestadual de Aviação da Rússia a aprovação final para que a família de jatos regionais ERJ 145, composta pelos jatos ERJ 135 de 37 lugares, ERJ 140, de 44 lugares, e ERJ 145, de 50 lugares opere na região.

"Desta forma, a família de jatos regionais da Embraer poderá operar em toda a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) que, além da Rússia, inclui Armênia, Azerbaijão, Bielorússia, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Tadjiquistão, Ucrânia e Uzbequistão", diz trecho do comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Embraer EMBR3.SA disse prever grandes oportunidades no mercado russo, devido à necessidade de substituiçã de uma frota antiga de aeronaves comerciais, construídas na Europa Oriental. A idade média da frota russa é de 23 anos. Cerca de 50 por cento desses modelos têm mais de 20 anos de idade.

"É uma grande oportunidade para atendermos um mercado importante, que precisa urgentemente substituir suas aeronaves, disse Antonio Campello, diretor de programas de aviação comercial da Embraer, no comunicado.

A Embraer prevê a demanda de 510 jatos, com capacidade de 30 a 120 lugares nos próximos 20 anos na CEI, 23 por cento para o crescimento de suporte ao transporte aéreo e 77 por cento para substituir aviões antigos.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Alexandre Caverni)