Inflação na zona do euro bate novo recorde de alta em maio

segunda-feira, 16 de junho de 2008 08:10 BRT
 

BRUXELAS, 16 de junho (Reuters) - Os alimentos e os preços dos combustíveis levaram a inflação na zona do euro para um novo recorde de 3,7 por cento em maio, na comparação com o mesmo período do ano passado, aumentando as expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) aumente os juros em 3 de julho.

A agência de estatísticas européia, a Eurostat, revisou para cima sua prévia de inflação para o mês de maio de 3,6 por cento para 3,7 por cento, após o aumento maior do que esperado nos preços em diversos dos 15 países que utilizam o euro como moeda, incluindo as duas grandes economias da região, Alemanha e França.

De abril para maio, a inflação subiu 0,6 por cento. O ganho anual de 3,7 por cento foi o maior avanço registrado desde o início da apuração do indicador em 1997.

Os preços de alimentos, álcool e tabaco cresceram 5,7 por cento anualmente, enquanto os custos de energia subiram 13,7 por cento, liderados pelo preço do barril de petróleo que subiu de 110 dólares para 135 dólares no final de maio.