RPT-SUMMIT-PETROBRAS negocia venda de tecnologia em dutos

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 07:51 BRST
 

(Repete matéria publicada na noite de terça-feira)

Por Andrei Khalip

RIO DE JANEIRO, 16 de janeiro (Reuters) - A Petrobras (PETR4.SA: Cotações)(PBR.N: Cotações) se diz disposta a compartilhar seu conhecimento de dutos para etanol e derivados do petróleo com várias empresas estrangeiras que se aproximaram recentemente, incluindo a norte-americana ConocoPhillips. Mas tudo tem um preço.

Paulo Roberto Costa, diretor de Abastecimento da Petrobras, disse na terça-feira que os Estados Unidos poderiam aproveitar a experiência brasileira em dutos "flex", capazes de transportar etanol ou mudar para derivados de petróleo quando necessário, de maneira flexível.

"Temos dez anos de experiência trabalhando com um poliduto que pode transportar gás liquefeito de petróleo, diesel, gasolina ou etanol, e não temos problemas operacionais", disse Costa no evento Reuters Global Agriculture and Biofuel Summit, no Rio.

"Esse conhecimento é valioso, e podemos compartilhá-lo se o outro lado do acordo for correto. Teríamos de fazer um memorando de entendimento com a Conoco para ter algo em troca, talvez os envolvendo no compartilhamento de conhecimento sobre algum bloco petrolífero, alguma coisa", afirmou.

Ele disse que uma delegação da empresa norte-americana ConocoPhilips visitou a Petrobras recentemente e mencionou certos problemas com o uso dos dutos habituais para o transporte de álcool combustível.

"Tivemos um primeiro encontro e eles vão estudar as condições agora. Eles nos buscam porque têm um mercado crescente para o etanol nos Estados Unidos e eles não têm dutos, tendo toda a sua produção no centro do país."   Continuação...