Boeing confirma atraso de mais três meses em programa do 787

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 13:53 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A Boeing anunciou nesta quarta-feira que vai adiar o primeiro teste e as entregas do 787 Dreamliner em cerca de três meses, em meio às dificuldades com a produção da nova aeronave de fibra de carbono.

O atraso é o segundo grande problema enfrentado pelo programa em três meses. Em outubro, a empresa anunciou um adiamento por seis meses.

Há apenas um mês, o chefe do departamento de aeronaves comerciais da Boeing garantiu a Wall Street que o programa estava no caminho para cumprir o cronograma revisado.

Nesta quarta-feira, a Boeing anunciou que o primeiro teste de vôo com a aeronave ocorrerá no final do segundo trimestre. A meta anterior previa o teste no final de março.

As primeiras entregas estão agora agendadas para o começo de 2009, em vez de novembro ou dezembro deste ano.

A Boeing, com sede em Chicago, declarou que o novo atraso não terá um efeito significativo sobre os resultados de 2008, mas disse que as projeções financeiras para o ano serão atualizadas na divulgação dos resultados trimestrais, em 30 de janeiro.