Lula diz que PAC só funciona porque Dilma toma conta

quinta-feira, 17 de abril de 2008 17:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira em Belo Horizonte que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) só funciona porque a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff toma conta.

Ao lançar obras do PAC em Minas Gerais, Lula fez questão de elogiar Dilma, que sempre o acompanha em eventos do PAC e que vem sendo acusada de responsável pelo suposto dossiê com informações de gastos sigilosos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e de integrantes de seu governo.

Lula lembrou ter chamado a ministra de mãe de PAC e explicou porque usou a expressão.

"É porque o PAC só funciona porque esta mulher, certamente, toma mais conta do PAC do que tomou conta da filha dela", disse Lula, salientando que as obras do programa não andam sem controle.

"O PAC quer controle, fiscalização, acompanhamento... Então, por isso é que eu disse que a Dilma é a mãe do PAC. E porque depende dela cobrar dos prefeitos, depende dela cobrar dos outros ministros, depende dela cobrar dos governadores", acrescentou Lula.

TORCICOLO DO COPOM

Com bom humor, Lula disse que a alta dos juros e a derrota do Corinthians foram as prováveis causas de um torcicolo que o obrigou a usar um colar ortopédico durante visita a Minas Gerais.

"Eu não sei se foi por causa dos juros ontem, não sei se foi por causa do massacre que o Corinthians recebeu do Goiás ontem (3 a 1 na Copa do Brasil). Eu sei que eu acordei com esse pescoço...Eu acho que tudo isso junto me deu esse torcicolo aqui", disse o presidente.

Na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou a taxa de juros em 0,5 ponto percentual para 11,75 por cento, na primeira elevação em três anos.

 
<p>Lula diz que PAC s&oacute; funciona porque Dilma toma conta. O presidente Luiz In&aacute;cio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira em Belo Horizonte que o Programa de Acelera&ccedil;&atilde;o do Crescimento (PAC) s&oacute; funciona porque a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff toma conta. 27 de mar&ccedil;o. Photo by Jamil Bittar</p>