BOVESPA-Vale pressiona e índice cai após 3 altas seguidas

quinta-feira, 17 de julho de 2008 11:27 BRT
 

SÃO PAULO, 17 de julho (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo recuava de uma abertura positiva nesta quinta-feira, pressionada por fortes perdas das ações da Vale.

Às 11h20, o Ibovespa .BVSP apontava baixa de 0,95 por cento, para 61.467 pontos. O giro financeiro na bolsa somava 1,9 bilhão de reais.

As ações preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) caíam 5,3 por cento, para 40,35 reais, enquanto as ordinárias da mineradora (VALE3.SA: Cotações) recuavam 5,5 por cento, a 46,50 reais.

Segundo profisssionais do mercado, esse movimento reflete o resultado da oferta pública de ações da companhia, em que o preço de venda dos papéis revelou baixa procura de investidores pela operação.

Na operação, as ações preferenciais saíram a 39,90 reais e as ordinárias, a 46,28 reais. No fechamento do pregão da quarta-feira, esses papéis estavam a, respectivamente, 42,60 reais e 49,20 reais.

"A demanda não foi tão grande; os estrangeiros não se interessaram muito. E quem comprou papéis na oferta já está vendendo e vendendo forte", afirmou Hamilton Moreira, analista sênior do BB Investimentos.

Em contrapartida, Wall Street mandava sinais positivos, em meio ao otimismo com o setor financeiro depois que o JP Morgan Chase (JPM.N: Cotações), terceiro maior banco dos Estados Unidos, ter reportado lucro do segundo trimestre acima das previsões de analistas.

O índice Dow Jones .DJI da Bolsa de Valores de Nova York, subia 0,4 por cento.

O setor financeiro doméstico era influenciado pelo movimento externo, estendendo os fortes ganhos da véspera.

As ações preferenciais do Itaú ITAU4.SA puxavam a fila, subindo 1,4 por cento, para 33,65 reais, seguidas pelas preferenciais do Bradesco BBDC4.SA, com avanço de 1,1 por cento, para 33,65 reais.

(Reportagem de Aluísio Alves e Rodolfo Barbosa; Edição de Daniela Machado)